4 de jan de 2012

mocidade.

Tens razão! - Valsa, donzela,
A mocidade é tão bela,
E a vida dura tão pouco!
No burburinho das salas,
Cercada de amor e galas,
Sê tu feliz - eu sou louco!
         Casimiro de Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual o sabor?