17 de set de 2011

Com duas conchas nas mãos,
Vem vestida de ouro e poeira
Falando de um jeito maneira
Da lua, da estrela e de um certo mal
Que agora acompanha teu dia
E pra minha poesia é o ponto final
É o ponto em que recomeço,
Recanto e despeço da magia 
que balança o mundo.
        Fernando Anitelli
          O teatro mágico

Um comentário:

  1. Sou apaixonadíssima por 'O Teatro Mágico', e esta é a minha preferida. *-*

    ResponderExcluir

Qual o sabor?