12 de jun de 2011

Voa um par de andorinhas, fazendo verão.
E vem uma vontade de rasgar velhas cartas, velhos poemas, velhas contas recebidas. Vontade de mudar de camisa, por fora e por dentro… Vontade… para que esse pudor de certas palavras?
                                                                                 … vontade de amar, simplesmente.
           Mário Quintana  - Sapato Florido 1948.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual o sabor?