9 de dez de 2010

Quando vejo uma mãe perdoar um filho apesar de ele não merecer, quando vejo alguém apostar num amigo quando ninguém mais acredita nele, quando vejo um paciente com câncer acreditar na vida apesar de estar morrendo, ou quando contemplo um mendigo dividir seu pão apesar de não ter qualquer valor para a sociedade. Eu penso comigo: 
o mundo ainda tem jeito.
(Augusto Cury)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual o sabor?